Queria viver da escrita, passar os dias a fio, viver um universo com brilho contando uma história bonita. Queria viajar o mundo, quem sabe ter alguns filhos, mergulhar no mar mais profundo e conhecer a corrida dos rios. Queria viver do esporte, ser ágil, saudável e esperto, viver, não do fácil, do certo, e ainda ser chamado de forte. Queria viver no espaço, encontrar um tesouro distante e descobrir que o verdadeiro amante é o dono do melhor abraço. Queria viver de verão, daquele que arde e sua, que o mar reflete na lua e eu vejo do calçadão. Queria viver só do oposto em um lugar paradisíaco, onde fizesse tudo a meu gosto e ainda ser dionisíaco. Queria não ser racional, viver só de fantasia. Ah, eu te digo, eu queria… Esse eterno Carnaval. Assim, vendo a vida ao redor, vivendo um mundo de cor. Queria viver de paz… E mais! Morrer só se for de amor.

Anúncios