As mulheres da minha vida me inspiram a ser mais, a ser melhor, mas, acima de tudo, a querer ser cada vez mais mulher. Porque as mulheres da minha vida acordam borradas de maquiagem quando esquecem de tirar. Elas abrem pote de azeitona, trocam lâmpadas e sorriem primeiro. As mulheres da minha vida choram, se desesperam, imploram e suplicam. E também fazem mimimi. As mulheres da minha vida bebem cerveja, fazem sexo quando querem e dirigem sem sapato… São verdadeiras heroínas ao avesso. Algumas são mães, outras são professoras, outras são viciadas em cinema. Me apaixono pelas mulheres da minha vida quase diariamente, pelo simples fato de serem mulheres de verdade.

Anúncios